Vice-presidente Christina Fernandez foi confrontada com uma arma de perto por um homem que foi pego.

Na noite de Buenos Aires, a capital da Argentina na América do Sul (na manhã do 2o horário do Japão), a vice-presidente Christina Fernandez foi confrontada com uma arma de perto por um homem que foi pego por um apoiador embalado em frente à sua casa. A bala não emitiu, e o Sr. Fernandez estava seguro. No governo atual, diz-se que o Sr. Fernandez, que é "mais influente do que o presidente", pretende retornar ao presidente. Como sucessor do falecido ex-presidente de seu marido, Kirchner, ele serviu como presidente por dois mandatos e oito anos, de 2007 a 15. Ele estava no meio de um vórtice de alegações de corrupção durante seu mandato e foi condenado a 12 anos de prisão pelo Ministério Público. De acordo com as imagens da estação de TV local, quando o Sr. Fernandez chegou em casa de fora e se aproximou da multidão, um homem com uma arma estendeu a mão e tentou atirar na cabeça dela. O homem foi imediatamente preso. Diz-se que o suspeito é brasileiro.

Vice-presidente Christina Fernandez foi confrontada com uma arma de perto por um homem que foi pego.