Sukiya pede desculpas por "contaminação de barata" em chá de cevada

Uma foto foi postada no Twitter que uma barata estava em um copo servido por um funcionário em uma loja na província de Mie da cadeia de tigelas de carne "Sukiya". admitiu na entrevista que era verdade que o chá de cevada fornecido continha baratas e se desculpou: "Eu levo isso a sério". Ele disse que não estava claro por que ela entrou na taça e disse que continuaria a identificar a causa no futuro. ■ Centro de Saúde de Iga "Quero investigar a situação da loja sobre as condições reais de higiene" Olhando de lado para o copo marrom e transparente, você pode ver baratas flutuando sob um pouco de gelo. Esta foto foi postada no Twitter em 13 de abril de 2022. De acordo com o cartaz, quando visitei Sukiya neste dia e pedi uma tigela de carne de kimchi, o funcionário trouxe esta xícara. Reparei na barata e não a bebi, mandei ao balconista trocá-la. Depois disso, ele perdeu o apetite, mas disse que comeu e pagou a tigela de carne. Apenas por causa do relato que aconteceu em uma loja familiar de tigela de carne, as postagens de fotos atraíram a atenção e foram retuitadas mais de 3.000 vezes. O pôster também recebeu conselhos no Twitter e pediu ao centro de saúde que tomasse providências no dia 14. O Centro de Saúde de Iga na província de Mie disse no dia 14, depois de admitir que o responsável pela Divisão de Orientação de Higiene recebeu um relatório do usuário desta loja. "Estou interagindo com esta loja e decidi investigar a situação da loja para ver qual é a situação real de higiene. Gostaria de decidir se devo dar orientação etc. depois de ir à loja. Um porta-voz da Sukiya admitiu que foi verdade que o balconista serviu chá de cevada no mesmo dia e aquela barata foi misturada nele. Acho que fiz isso", disse. "Eu não sei por que foi misturado até agora."
 Quanto ao por que as baratas estavam no copo, ele respondeu: "Eu não sei neste momento." Ele pediu que o exterminador viesse até a loja no dia 14, identificou a rota de surgimento da barata e disse que havia pulverizado o agrotóxico. O cliente chegou por volta das 19h do dia 13, admitindo que o balconista havia negligenciado operações como a verificação do interior do copo. Originalmente, o responsável respondeu ouvindo as informações de contato do cliente, mas disse que não poderia fazê-lo. Ele também revelou que um funcionário do centro de saúde visitará a loja na noite do dia 14 para investigar. Sukiya diz: "Queremos melhorar a situação da loja seguindo as instruções do centro de saúde. Identificaremos a causa e gerenciaremos cuidadosamente a higiene para que os clientes possam usar a loja com tranquilidade"

Sukiya pede desculpas por "contaminação de barata" em chá de cevada