Israel pondera pedido europeu de gás enquanto Rússia ameaça cortar suprimentos da UE

Fontes de alto escalão do Ministério da Energia confirmaram na terça-feira que o Comissário Europeu de Energia perguntou a Israel se poderia fornecer gás natural liquefeito para ajudar o continente a se livrar dos suprimentos russos. Funcionários do Ministério da Energia disseram ao Times of Israel que o ministério está considerando o pedido europeu, mas acrescentaram que a capacidade do país de ajudar dependeria da entrada em operação do campo de gás Karish. Isso é esperado no outono. No início desta semana, o campo foi conectado à linha de gás nacional do país. A empresa Chevron, que opera os campos de gás Tamar e Leviathan de Israel no Mediterrâneo, não quis comentar sobre o fornecimento de gás para a Europa. Mas no início da terça-feira, a Fox News citou o CEO da Chevron, Michael Wirth, dizendo em uma conferência em Houston que um plano para um gasoduto de gás natural no Mediterrâneo Oriental conectando Israel, Grécia e Chipre à Itália e à Europa poderia ser retirado da naftalina. O objetivo final desse gasoduto – do qual os EUA retiraram o apoio no início deste ano – era fornecer à Europa 10% de seu gás.

Israel pondera pedido europeu de gás enquanto Rússia ameaça cortar suprimentos da UE