Ex-presidente do Corinthians Alberto Dualib,faleceu aos 101anos.

O ex-presidente do Corinthians Alberto Dualib morreu nesta terça-feira, aos 101 anos. A causa não foi informada. No dia 13 de junho de 2021, ele havia sido internado no Hospital Santa Catarina, em São Paulo, e vinha sendo monitorado desde então. Em nota oficial, o Corinthians lamentou a morte e também informou que, viúvo de Elvira Real Dualib desde 2011, Dualib deixa três filhos, além de netos e bisnetos.

Também ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez lamentou a morte em postagem nas redes sociais: Dualib presidiu o Corinthians por 14 anos, entre 1993 e 2007. Ele renunciou ao cargo durante um processo de impeachment no Conselho Deliberativo do clube e teve seu nome excluído do quadro de sócios no ano seguinte à renúncia, após ser investigado e denunciado pelo Ministério Público Federal. Pesavam acusações de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, estelionato e emissão de notas frias contra ele e dirigentes do antigo Grupo MSI, liderado pelo agente iraniano Kia Joorabchian, ex-parceiro do Corinthians. Em 2013, Dualib foi condenado em segunda instância pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, por desvio de R$ 1,4 milhão dos cofres do Corinthians. Recorreu em liberdade até a extinção da pena por prescrição, no Superior Tribunal de Justiça, em 2018. Antes de apresentar a carta de renúncia, em setembro de 2007, Dualib acumulou títulos e se tornou o presidente com mais taças da história do Corinthians. Foram 12 conquistas importantes no período: cinco Campeonatos Paulistas (1995, 1997, 1999, 2001 e 2003), três Brasileiros (1998, 1999 e 2005), duas Copas do Brasil (1995 e 2002), uma Liga Rio-São Paulo (2002) e um Mundial de Clubes (2000) – além de uma Copa Bandeirantes (1994) e um Troféu Ramon de Carranza (1996). – O Corinthians foi ingrato com um homem que fez tudo pelo clube. Em vez de ser perseguido, eu deveria ser homenageado por tudo que fez. Nenhum time do mundo tem uma sede social como a nossa. Em 14 anos, ganhamos 14 títulos importantes e reconstruímos o clube em sua grandeza. Construímos um memorial que dá inveja em qualquer clube do mundo. Onde as pessoas pisam no Parque São Jorge existe uma obra do Dualib – disse o ex-presidente, logo após ser expulso do clube.

Ex-presidente do Corinthians Alberto Dualib,faleceu aos 101anos.